Programa dos cursos técnicos do Samir Keedi

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E PLANEJAMENTO DIDÁTICO DOS NOSSOS CURSOS ABERTOS E IN COMPANY

 

1) TRANSPORTES INTERNACIONAIS E UNITIZAÇÃO DE CARGAS (ou outro título desejado)

2) TRANSPORTE MARÍTIMO E UNITIZAÇÃO DE CARGAS (ou outro título desejado)

3) LOGÍSTICA DE TRANSPORTE INTERNACIONAL (ou outro título desejado)

4) CONTRATOS INTERNACIONAIS DE COMPRA E VENDA (ou outro título desejado)

5) DOCUMENTOS NO COMÉRCIO EXTERIOR, A CARTA DE CRÉDITO E A PUBLICAÇÃO 600 (ou outro título desejado)

6) INCOTERMS® 2010 (ou outro título desejado)

7) SEGUROS NO COMÉRCIO EXTERIOR E A IMPORTÂNCIA DA EMBALAGEM (ou outro título desejado)

8) ABC DO COMÉRCIO EXTERIOR / INTRODUÇÃO AO COMÉRCIO EXTERIOR (ou outro título desejado)

1) TRANSPORTES INTERNACIONAIS E UNITIZAÇÃO DE CARGAS (ou outro título desejado)

CARGA HORÁRIA: 12-15 HORAS 

I – OBJETIVOS 

Levar ao aluno conhecimento sobre o mercado internacional de transporte e unitização de carga; Estimulá-lo a conhecer e refletir sobre os meios de transporte e como usá-los, facilitando ao mesmo adequar-se às mudanças contínuas da área; Auxiliá-lo a desenvolver alternativas de transporte entre todos os modos existentes para a entrega da carga e adequá-los à sua empresa; Auxiliá-lo a desenvolver a unitização de carga própria para o transporte e a logística, de acordo com aquilo que é utilizado pelo mercado 

II – CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. Introdução ao estudo do transporte

a) visão geral: história, atualidade e futuro

b) tipos de modos: aquaviário, terrestre e aéreo – matriz de transporte

2. Incoterms®2010, transporte intermodal, multimodal e transbordo 

a) Incoterms no transporte e logística: termos, modos, grupos

b) operações especiais de transporte: intermodal, multimodal, OTM, transbordo de carga

3. Unitização de carga marítima

a) conceito, vantagens, cargas, transporte, pesos

b) equipamentos de unitização: containers, pallets, big bags, outros

3.1. Pallets

a) estrutura, tipos, características e vantagens

b) paletização, fixação da carga (cintas, shrink, stretch)

c) equipamentos de movimentação (pisos, embarques e desembarques)

3.2. Container

a) conceito e história

b) padronização, características gerais, medidas, capacidades, módulos

c) adequabilidade e escolha do container (20’ ou 40’)

d) identificação, tipos, unidades disponíveis e finalidades

e) utilização, ocupação (peso ou volume) e fixação do container

f) ova e desova, procedimentos gerais

g) tipos de serviços (local e responsabilidade pela ova e desova H/H; H/P…; FCL/LCL…)

h) demurrage e detention e leasing de container

i) outras formas de unitização de carga 

4. Sistema de transporte aquaviário

4.1. Transporte marítimo

a) características, tipos de navegação (longo curso e cabotagem)

b) tipos de linha (regular, não-regular, reserva de praça, booking note)

c) fretamento/afretamento (tipos, charter party, demurrage, despatch)

d) navios: tipos, equipamentos, porões, etc.

e) equipamentos de movimentação de carga (pisos e terminais, embarques e desembarques)

f) porto, funcionamento e controle (órgãos intervenientes: internacional e nacional, estrutura física e operacional)

g) empresas intervenientes (armador, agência marítima, NVOCC, transitário, despachante, comissárias)

h) operações conjuntas (vantagens, desvantagens, conferências de frete, joint service)

i) megacarriers, hub ports, feeder ports, feeder vessels

j) custos de operação do armador, despesas portuárias (THC/Capatazia)

k) fretes: cotação, taxas, sobretaxas, condições de frete (free in and out, free in, free out, liner terms e suas variações), pagamento, AFRMM

l) conhecimento de embarque (bill of lading e sea waybill):  (finalidades,consignação, endosso preenchimento, tipos, vias originais, shipper, notify, on board, clean, etc.) 

4.2. Transporte fluvial e lacustre

a) vantagens, tipos de embarcação, utilização

b) bacias hidrográficas brasileiras e vias navegáveis

c) complexo fluvial amazônico e Mercosul

5. Transporte aéreo

a) tipos de navegação aérea e características

b) aeroporto, funcionamento e controle: órgãos intervenientes (Internacional e nacional)

c) empresas intervenientes na navegação aérea: companhias aéreas e agentes de carga

d) aeronaves: tipos, capacidades, porões de carga

e) ULD: equipamentos de unitização: pallets e containers

f) fretes: tipos de tarifas: mínima, geral, específica, classificada, para ULD, e formas de pagamento

g) cálculo de frete: relação peso e peso-volume; peso bruto, peso taxável (cálculo por peso maior)

h) consolidação e unitização de carga

i) conhecimento de embarque: AWB, HAWB, MAWB, valor declarado, finalidades, vias originais, etc.

6. Sistema de transporte terrestre 

a) geral: modos, tipos, carga

b) legislação para o cone sul e autorização de empresas: licença originária e complementar

6.1. Transporte rodoviário

a) tipos de veículos e capacidades de carga

b) características, vantagens e desvantagens

c) fretes, cobranças e formas de pagamento

d) conhecimento de transporte: CRT; MIC/DTA: uso obrigatório com opção de DTA

6.2. Transporte ferroviário

a) tipos, características, vantagens e desvantagens;

b) ferrovia no Brasil: comparação com restante do mundo

c) privatização das operações

d) veículos: tipos e capacidades de carga, bitolas (problemas e soluções)

e) fretes, cobranças e formas de pagamento

f) conhecimento de transporte: TIF/DTA

 

III – ESTRATÉGIA DE TRABALHO 

– AULAS EXPOSITIVAS

– PROJEÇÃO DE SLIDES (DATA-SHOW / POWER POINT)

– EXEMPLOS PRÁTICOS e GERAIS

IV– BIBLIOGRAFIA BÁSICA

KEEDI, Samir. Transportes, Unitização e Seguros internacionais de carga-prática e exercícios. São Paulo: Aduaneiras, 2015

 

2 TRANSPORTE MARÍTIMO E UNITIZAÇÃO DE CARGAS (ou outro título desejado)

CARGA HORÁRIA: 08-12 HORAS 

I – OBJETIVOS 

Levar ao aluno conhecimento sobre o mercado internacional de transporte marítimo e unitização de cargas; Estimulá-lo a conhecer e refletir sobre este meio de transporte e como usá-lo, facilitando ao mesmo adequar-se às mudanças contínuas da área; Auxiliá-lo a desenvolver a unitização de carga própria para o transporte e a logística, de acordo com aquilo que é utilizado pelo mercado 

II – CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. Introdução ao estudo do transporte

a) visão geral: história, atualidade e futuro

2. Incoterms®2010, transporte intermodal, multimodal e transbordo 

a) Incoterms no transporte e logística: termos, modos, grupos

b) operações especiais de transporte: intermodal, multimodal, OTM, transbordo de carga

3. Unitização de carga marítima

a) conceito, vantagens, cargas, transporte, pesos

b) equipamentos de unitização: containers, pallets, big bags, outros

3.1. Pallets

a) estrutura, tipos, características e vantagens

b) paletização, fixação da carga (cintas, shrink, stretch)

c) equipamentos de movimentação (pisos, embarques e desembarques)

3.2. Container

a) conceito e história

b) padronização, características gerais, medidas, capacidades, módulos

c) adequabilidade e escolha do container (20’ ou 40’)

d) identificação, tipos, unidades disponíveis e finalidades

e) utilização, ocupação (peso ou volume) e fixação do container

f) ova e desova, procedimentos gerais

g) tipos de serviços (local e responsabilidade pela ova e desova H/H; H/P…; FCL/LCL…)

h) demurrage e detention e leasing de container

4. Transporte marítimo

a) características, tipos de navegação (longo curso e cabotagem)

b) tipos de linha (regular, não-regular, reserva de praça, booking note)

c) fretamento/afretamento (tipos, charter party, demurrage, despatch)

d) navios: tipos, equipamentos, porões, etc.

e) equipamentos de movimentação de carga (pisos e terminais, embarques e desembarques)

f) porto, funcionamento e controle (órgãos intervenientes: internacional e nacional, estrutura física e operacional)

g) empresas intervenientes (armador, agência marítima, NVOCC, transitário, despachante, comissárias)

h) operações conjuntas (vantagens, desvantagens, conferências de frete, joint service)

i) megacarriers, hub ports, feeder ports, feeder vessels

j) custos de operação do armador, despesas portuárias (THC/Capatazia)

k) fretes: cotação, taxas, sobretaxas, condições de frete (free in and out, free in, free out, liner terms e suas variações), pagamento, AFRMM

l) conhecimento de embarque (bill of lading e sea waybill):  (finalidades,consignação, endosso preenchimento, tipos, vias originais, shipper, notify, on board, clean, etc.) 

 

III – ESTRATÉGIA DE TRABALHO 

– AULAS EXPOSITIVAS

– PROJEÇÃO DE SLIDES (DATA-SHOW / POWER POINT)

– EXEMPLOS PRÁTICOS e GERAIS

IV– BIBLIOGRAFIA BÁSICA

KEEDI, Samir. Transportes, Unitização e Seguros internacionais de carga-prática e exercícios. São Paulo: Aduaneiras, 2015

3) LOGÍSTICA DE TRANSPORTE INTERNACIONAL (ou outro desejado)

14072017

CARGA HORÁRIA: 08 A 12 HORAS 

I – OBJETIVOS 

Levar ao aluno conhecimento suficiente para que ele possa atuar com desembaraço na logística de transporte internacional, influenciando as operações de comércio exterior na empresa em que atua; Desenvolver alternativas de transporte entre todos os modos existentes para a entrega da carga e adequá-las à sua empresa; Estimular o aluno a conhecer e refletir sobre as logísticas de transporte possíveis e como usá-las, facilitando ao mesmo adequar-se às mudanças contínuas dentro da área; Dar ao aluno os conceitos básicos sobre os modos de transporte com os quais se faz logística de transporte; Auxiliar o aluno a desenvolver alternativas de transporte entre todos os modais existentes e adequá-los à sua empresa. 

II – CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. Introdução à logística, Incoterms e modos de transporte

– introdução ao estudo da logística: atividade milenar

– breve visão dos modos de transporte e unitização de carga

– breve estudo do Incoterms®2010

2. Importância da logística, globalização e preços

– importância atual da logística: plano interno e plano externo

– globalização visível e a logística

– novo paradigma dos preços das mercadorias e a logística 

3. A importância do Incoterms, do container, da multimodalidade e intermodalidade e transbordo

– importância do Incoterms na logística

– container: a vedete da unitização, logística e globalização

– importância da multimodalidade, intermodalidade e transbordo e empresas de serviços na logística

4. A logística em ação, com 2 cases e uma nova visão logística – o avião 

– a logística de transporte em toda a sua plenitude: exemplo de uma exportação São Paulo / Moscou

– a logística de transporte vencendo a guerra: UNEF – a saga do frango no Iraque

– o avião como o futuro da logística de transporte

5. Custos logísticos 

– custos logísticos: gerais e circunstanciais  

III – ESTRATÉGIA DE TRABALHO

– AULAS EXPOSITIVAS

– PROJEÇÃO DE SLIDES (DATA-SHOW / POWER POINT)

– EXEMPLOS PRÁTICOS

IV – BIBLIOGRAFIA BÁSICA

KEEDI, Samir. Logística de transporte internacional-introdução a um veículo prático de competitividade. São Paulo: Aduaneiras, 2015

KEEDI, Samir. Transportes, Unitização e Seguros internacionais de carga-prática e exercícios. São Paulo: Aduaneiras, 2015

 

4) CONTRATOS INTERNACIONAIS DE COMPRA E VENDA (ou outro título desejado)

CARGA HORÁRIA: 15 A 20 HORAS 

I – OBJETIVOS

– Transmitir ao aluno informações básicas sobre comércio exterior, importância, valores, principais órgãos intervenientes e balanço de pagamentos e suas contas. Transmitir ao aluno conhecimentos sobre globalização, integração dos países e blocos econômicos e acordos do Brasil. Mostrar basicamente os aspectos legais e operacionais, e os caminhos do comércio exterior, o desconhecido e as atividades que se pode exercer na área. Levar o aluno a conhecer no básico o Incoterms®2010, as condições de pagamentos e documentos no comércio exterior, noções de transportes internacionais e seguros no comércio exterior.

Mostrar aos alunos a importância da carta de crédito numa transação internacional de mercadorias. Transmitir conhecimentos sobre a UCP 600 e a eUCP da ICC-Paris e como usá-las. Demonstrar a interação entre as UCP 600, eUCP, carta de crédito e os documentos de comércio exterior. Orientar a emissão dos documentos solicitados pelo importador na carta de crédito. Mostrar aos participantes os documentos relativos ao comércio exterior: do exportador, entidades externas, de transportes marítimo, aéreo, rodoviário e seguro, etc.

II – CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. Comércio exterior, suas motivações, importância

– o que é exportar e importar e suas motivações

– importâncias do comércio exterior, exportação e importação

– valores do comércio exterior mundial e brasileiro

– principais órgãos intervenientes internacionais e nacionais

2. Aspectos legais, operacionais e classificação de mercadorias

– território aduaneiro: zonas primária e secundária

– documentos e licenças internos

– restrições tarifárias e não-tarifárias e seus motivos

– noções superficiais de classificação de mercadorias

3. Globalização, integração, blocos econômicos e acordos do Brasil e Contas nacionais

– globalização visível

– integração: áreas de preferência tarifária, de livre comércio, mercado comum e união econômica

– principais blocos econômicos e acordos no mundo

– acordos do Brasil e do Mercosul

– balanço de pagamentos: transações correntes (balanças comercial e de serviços) e conta de capitais

 4. Caminhos do comércio exterior, o desconhecido e atividades

– maneiras de apresentação e negociação

– formas de venda e compra

– o desconhecido: dificuldades e exemplos

– atividades exercidas no comércio exterior

5. Condições de venda e entrega – RAFTD 1941 (EUA) e Incoterms® 2010

– RAFTD 1941 (definições revisadas do comércio exterior norte-americano)

– Incoterms® 2010

– o que são e suas importâncias

– divisão em grupos de entrega, transportes e seguros

– breve descrição dos termos

6. Condições de pagamento, documentos de comércio exterior e câmbio

– condições de pagamentos internacionais

– documentos de comércio exterior

– noções de câmbio

7. Transportes internacionais e seguros

– noções de transporte

– cargas e formas de transporte

– sistema de transporte aquaviário

– transporte aéreo

– sistema de transporte terrestre

– seguro – noções gerais, coberturas básicas e coberturas adicionais

– seguros da carga

– seguros do transportador

8. Condições de pagamento

– pagamento antecipado

– pagamento contra documentos (remessa, remessa sem saque, cobrança à vista, à prazo, limpa)

– pagamento contra carta de crédito

9. Carta de crédito, UCP 600, eUCP

– objetivo, aplicação, importância destes instrumentos, definições e interpretações

– abertura, vinculação, utilização

– banco de primeira linha e confirmação

– L/C restrita ou livremente utilizável

– apresentação dos documentos em banco no país ou do beneficiário

– pagável contra documentos e não mercadorias

– discrepâncias em documentos e emendas

– análise da carta de crédito pelo beneficiário

– bancos emissor, avisador e confirmador, aplicante e beneficiário, e outros

– revogável ou irrevogável e transferência de crédito

– embarque parcial, transbordo, porto, aeroporto ou local de embarque

– prazo de pagamento, descrição da mercadoria

– valor, preço unitário, quantidade e tolerâncias

– documentos solicitados, originais e cópias

– datas do crédito e da emissão de documentos

– documentos legalizados

– datas de validade, embarque, período de apresentação de documentos

– instruções ao banco e remessa de documentos, pagamento, reembolso e despesas bancárias

– conferência de documentos e prazo, contrato e existência de mercadorias

– força maior e prorrogação automática do crédito

– tipos especiais de crédito: back to back; revolving; red clause; green clause; standby

– modelo e análise de L/C, roteiro para análise e MT 700 de abertura de crédito

– análise da UCP 600 e eUCP, seus artigos e partes intervenientes

10. Documentos comerciais e financeiro e emitidos por entidades externas

– documentos comerciais e financeiro (contratos, fatura comercial, saque)

– documentos de embalagem e peso

– certificados de origem

– documentos e certificados de inspeção, análise, sanitários, abate islâmico, etc.

– declarações de mercadorias perigosas e declarações e certificados diversos

11. Documentos de transporte marítimo

– bill of lading e sea waybill: importância, consignação, originais, pagamentos de frete, on board, limpo, etc.

– FCR-forwarder certificate of receipt

– booking note, charter party

– manifesto de carga, plano de estiva, tally sheet, hatch list

– mate’s receipt, NOR, statements of facts,

– termo de responsabilidade pelos containers

– outros documentos

 12. Documentos de transporte aéreo

– airway bill: importância, preenchimento, originais, consignação, pagamentos de frete, etc.

– awb

– hawb

– mawb

– conhecimento com valor declarado ou não e como certificado de seguro

 13. Documentos de transporte rodoviário

– conhecimento de embarque: importância, preenchimento, consignação, frete, originais, etc.

– mic/dta

14. Documentos de seguro

– apólice de seguro

– certificado de seguro

 15. Legalização, fatura consular, emissão, apresentação, remessa

– providências para obtenção de documentos

– legalização e vistos oficias em documentos

– fatura consular e certificados de origem

– entrega de documentos ao banco, carta remessa e envio ao exterior

III – ESTRATÉGIA DE TRABALHO 

– AULAS EXPOSITIVAS

– PROJEÇÃO DE SLIDES (DATA-SHOW / POWER POINT)

– EXEMPLOS PRÁTICOS e GERAIS 

IV – BIBLIOGRAFIA BÁSICA

KEEDI, Samir. ABC do comércio exterior-abrindo as primeiras páginas. São Paulo: Aduaneiras, 2017

KEEDI, Samir. Documentos no comércio exterior, a carta de crédito e a Publicação 600 da CCI. São Paulo: Aduaneiras, 2014

 

 

5) DOCUMENTOS NO COMÉRCIO EXTERIOR, A CARTA DE CRÉDITO E A PUBLICAÇÃO 600 (ou outro título desejado)

CARGA HORÁRIA: 15 A 20 HORAS 

I – OBJETIVOS 

Mostrar aos alunos a importância da carta de crédito numa transação internacional de mercadorias; Transmitir conhecimentos sobre a UCP 600 e a eUCP da ICC-Paris e como usá-las; Demonstrar a interação entre as UCP 600, eUCP, carta de crédito e os documentos de comércio exterior; Orientar a emissão dos documentos solicitados pelo importador na carta de crédito; Mostrar aos participantes os documentos relativos ao comércio exterior: do exportador, entidades externas, de transportes marítimo, aéreo, rodoviário e seguro, etc. 

II – CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. Condições de pagamento

– pagamento antecipado

– pagamento contra documentos (remessa, remessa sem saque, cobrança à vista, à prazo, limpa)

– pagamento contra carta de crédito

2. Carta de crédito, UCP 600, eUCP

– objetivo, aplicação, importância destes instrumentos, definições e interpretações

– abertura, vinculação, utilização

– banco de primeira linha e confirmação

– L/C restrita ou livremente negociável

– apresentação dos documentos em banco no país ou do beneficiário

-pagamento contra documentos e não mercadorias

– discrepâncias em documentos e emendas

– análise da carta de crédito pelo beneficiário

– bancos emissor, avisador e confirmador, aplicante e beneficiário, e outros

– revogável ou irrevogável e transferência de crédito

– embarque parcial, transbordo, porto, aeroporto ou local de embarque

– prazo de pagamento, descrição da mercadoria

– valor, preço unitário, quantidade e tolerâncias

– documentos solicitados, originais e cópias

– datas do crédito e da emissão de documentos

– documentos legalizados

– datas de validade, embarque, período de apresentação de documentos

– instruções ao banco e remessa de documentos, pagamento, reembolso e despesas bancárias

– conferência de documentos e prazo, contrato e existência de mercadorias

– força maior e prorrogação automática do crédito

– tipos especiais de crédito: back to back; revolving; red clause; green clause;  standby

– modelo e análise de L/C, roteiro para análise e MT 700 de abertura de crédito

– análise da UCP 600 e eUCP, seus artigos e partes intervenientes

3. Documentos comerciais e financeiro e emitidos por entidades externas

– documentos comerciais e financeiro (contratos, fatura comercial, saque)

– documentos de embalagem e peso

– certificados de origem

-documentos e certificados de inspeção, análise, sanitários, abate islâmico, etc.

– declarações de mercadorias perigosas e declarações e certificados diversos

4. Documentos de transporte marítimo

-bill of lading e seaway bill: importância, consignação, originais, pagamentos de frete, on board, limpo, etc.

-FCR-forwarder certificate of receipt

-booking note, charter party

-manifesto de carga, plano de estiva, tally sheet, hatch list

-mate´s receipt, NOR, statement of facts

– termo de responsabilidade pelos containers

– outros documentos 

5. Documentos de Transporte Aéreo 

– airway bill: importância, preenchimento, originais, consignação, pagamentos de frete, etc.

– awb

– hawb

– mawb

– conhecimento com valor declarado ou não e como certificado de seguro

6. Documentos de Transporte Rodoviário

– conhecimento de embarque: importância, preenchimento, consignação, frete, originais, etc.

– mic/dta

7. Documentos de Seguro 

– apólice de seguro

– certificado de seguro

8. Legalização, fatura consular, emissão, apresentação, remessa

– providências para obtenção de documentos

– legalização e vistos oficias em documentos

– fatura consular e certificados de origem

– entrega de documentos ao banco, carta remessa e envio ao exterior

III – ESTRATÉGIA DE TRABALHO 

– AULAS EXPOSITIVAS

– PROJEÇÃO DE SLIDES (DATA-SHOW / POWER POINT)

– EXEMPLOS PRÁTICOS e GERAIS

IV – BIBLIOGRAFIA BÁSICA

KEEDI, Samir. Documentos no comércio exterior, a carta de crédito e a Publicação 600 da CCI. São Paulo: Aduaneiras, 2014

V – BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

ICC. UCP 600 + eUCP. Câmara de Comércio Internacional. Paris: ICC, 2007

6) INCOTERMS® 2010 (ou outro título desejado)

CARGA HORÁRIA: 08 HORAS 

I – OBJETIVOS 

Transmitir ao aluno conhecimento sobre o Incoterms®2010 Publicação 715E; Levar-lhe conhecimento suficiente para que ele possa atuar com desembaraço no comércio exterior, conhecendo detalhes e o processo administrativo e funcional das condições de venda; Ensinar e discutir com os alunos cada termo do Incoterms, facilitando o entendimento das vendas e a logística de transporte internacional; Aprender a utilizar o Incoterms como princípio de qualquer logística de transporte internacional; Mostrar a realidade operacional de cada termo utilizado nas vendas internacionais e nos fretes marítimos 

II – CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. O que é, importância, objetivo e esclarecimentos

– CCI – Câmara de Comércio Internacional – Paris

– importância e objetivo do Incoterms – instrumento mais importante do comércio exterior

– os 11 termos que o compõem

– versões e revisões: por que ocorrem – usos e costumes

– inclusão das vendas em string (commodities)

– escolha do termo e utilização nos contratos de compra e venda: guidance notes e menção no contrato

– custos de cada termo: divisão entre vendedor e comprador

– riscos de cada termo: divisão entre vendedor e comprador

– entendimento da divisão de custos e riscos nos termos do grupo “C” (CPT – CFR – CIP – CIF)

– contratação de transporte: obrigações de cada parte

– termos que obrigam a contratação do seguro

– termos que não obrigam a contratação do seguro: apenas responsabilizam uma das partes

– como usar os termos equivalentes (FCA/FOB – CPT/CFR – CIP/CIF)

– explicação dos termos usados no Incoterms®2010

– Incoterms como princípio de um processo logístico: divisão da logística entre as partes

2. Estrutura do Incoterms e como tem que ser lido (dar a vara de pescar e não o peixe)

– divisão em grupos de modos de transporte: os aquaviários e aqueles para todos os modos

– divisão em grupos para seguro: obrigação e responsabilidade

– divisão em grupos para entrega e seu entendimento

– obrigações resumidas do vendedor e do comprador

– apresentação dos termos e a maneira correta e única de se ler os Incoterms

– estrutura de cada termo: espelho perfeito (obrigações do vendedor e do cobrador)

3. Estudo direto do Incoterms e discussão de seus termos

– disposições gerais para todos os termos

– disposições termo a termo

– os riscos na utilização dos termos do grupo “D” (DAT – DAT – DDP)

4. Termos problemáticos no Brasil e termos de versões anteriores

– Incoterms problemáticos no Brasil

– Incoterms de versões anteriores

– outros termos fora do Incoterms e problemas na sua utilização

III – ESTRATÉGIA DE TRABALHO 

– AULAS EXPOSITIVAS

– PROJEÇÃO DE SLIDES (DATA-SHOW / POWER POINT)

– EXEMPLOS PRÁTICOS E GERAIS

V – BIBLIOGRAFIA BÁSICA 

KEEDI, Samir. Transportes, unitização e seguros internacionais de carga-prática e exercícios. São Paulo: Aduaneiras, 2015

VI – BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

ICC. INCOTERMS®2010. Câmara de Comércio Internacional. Paris: ICC, 2010

 

7) SEGUROS NO COMÉRCIO EXTERIOR E A IMPORTÂNCIA DA EMBALAGEM (ou outro título desejado)

17072017

CARGA HORÁRIA: 06 A 08 HORAS

I – OBJETIVOS 

Levar ao aluno conhecimento suficiente para que ele possa atuar com desembaraço no mercado internacional, dando a conhecer detalhes e o processo administrativo e funcional do seguro; Estimular o aluno a conhecer e refletir sobre o seguro de transporte internacional e realizá-lo; Introduzir o aluno no seguro de crédito a exportação e no seguro garantia aduaneiro; Apresentar aos alunos os diversos tipos de seguro que podem realizar no transporte internacional de carga, para a sua proteção; Mostrar aos alunos os diversos tipos de embalagens, como elas são afetadas no transporte e a escolha adequada para o comércio exterior. 

II – CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 

1. Seguros 

a. Seguro de mercadorias

– importância do seguro e história

– sistema nacional de seguro privado

– intervenientes e partes envolvidas no seguro, contratação de seguro

– conceitos básicos de seguro (segurado, beneficiário, prêmio de seguro, risco, sub-rogação, etc.)

– contratação de seguro: do que depende e valor

– obrigatoriedade ou não de contratação de seguro no Brasil (importação CIF/CIP)

– cálculo de seguro

– documentos de seguro (apólice, certificado)

– avarias simples e grossa (involuntária e voluntária), vistoria e indenização

– divisão e repasse de seguro (cosseguro, resseguro)

– ramos de seguro: transporte, seguro de crédito à exportação, seguro garantia aduaneiro

– seguro de transporte

– condições gerais, coberturas básicas restritas (C, B) e ampla (A), e prejuízos não-indenizáveis

– início e fim dos riscos e liquidação de sinistros

– cláusulas básicas específicas

– coberturas adicionais (impostos, lucros, classificação navios, guerra, etc.)

– seguro de transporte aéreo sem valor declarado

– seguro de crédito à exportação (riscos cobertos, abrangência, mercadorias, etc.)

– seguro garantia aduaneiro

b. Seguro do transportador

– rodoviário (veículos, responsabilidade civil obrigatória e facultativa)

– aéreo (seguro aeronáutico, responsabilidade civil)

– navios (seguro de casco, responsabilidade civil)

– clubes de P&I (Protection and Indemnity Clubs) dos armadores

2. Importância da embalagem em si e para o seguro

– importância para a montagem do prêmio de seguro

– como fator de proteção da mercadoria

– movimentos que podem afetar as embalagens

– função de comercialização

– embalagens primária, secundária e terciária

– embalagem para mercado interno e externo e materiais

– proteção das embalagens

– simbologia e identificação (marcação, numeração, pesos, etiquetas) 

III – ESTRATÉGIA DE TRABALHO

– AULAS EXPOSITIVAS

– PROJEÇÃO DE TRANSPARÊNCIAS

– EXEMPLOS PRÁTICOS e GERAIS 

IV – BIBLIOGRAFI BÁSICA

KEEDI, Samir. Transportes, unitização e Seguros internacionais de carga-prática e exercícios. São Paulo: Aduaneiras, 2015

 

8) ABC DO COMÉRCIO EXTERIOR / INTRODUÇÃO AO COMÉRCIO EXTERIOR (ou outro título desejado)

13072017

CARGA HORÁRIA: 10 – 12 HORAS

I – OBJETIVOS 

Transmitir ao aluno informações básicas sobre comércio exterior, importância, valores, principais órgãos intervenientes e balanço de pagamentos e suas contas; Transmitir ao aluno conhecimentos sobre globalização, integração dos países e blocos econômicos e acordos do Brasil; Mostrar basicamente os aspectos legais e operacionais, e os caminhos do comércio exterior, o desconhecido e as atividades que se pode exercer na área; Levar o aluno a conhecer no básico o Incoterms® 2010, as condições de pagamentos e documentos no comércio exterior, noções de transportes internacionais e seguros no comércio exterior

II – CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. Comércio exterior, suas motivações, importância e principais órgãos intervenientes

– o que é exportar e importar e suas motivações

– importâncias do comércio exterior, exportação e importação

– valores do comércio exterior mundial e brasileiro

– principais órgãos intervenientes, internacionais e nacionais

2. Aspectos legais, operacionais e classificação de mercadorias

– território aduaneiro: zonas primária e secundária

-documentos e licenças internos

– restrições tarifárias e não-tarifárias e seus motivos

– noções superficiais de classificação de mercadorias

3. Globalização, integração, blocos econômicos e acordos do Brasil e Contas nacionais

– globalização visível

– integração: áreas de preferência tarifária, de livre comércio, mercado comum e união econômica

– principais blocos econômicos e acordos no mundo

– acordos do Brasil e do Mercosul

– balanço de pagamentos: transações correntes (balanças comercial e de serviços) e conta de capitais

4. Caminhos do comércio exterior, o desconhecido e atividades

– maneiras de apresentação e negociação

– formas de venda ou compra

– o desconhecido: dificuldades e exemplos

– atividades exercidas no comércio exterior

5. Condições de venda e entrega – RAFTD 1941 (EUA) e Incoterms® 2010

– RAFTD 1941 (definições revisadas  do comércio exterior norte-americano)

– Incoterms® 2010

– o que são e suas importâncias

– divisão em grupos de entrega, transportes e seguros

– breve descrição dos incoterms

6. Condições de pagamento, documentos de comércio exterior e câmbio

– condições de pagamentos internacionais

– documentos de comércio exterior

– noções de câmbio

7. Transportes internacionais e seguros

– noções de transporte

– cargas e formas de transporte

– sistema de transporte aquaviário

– transporte aéreo

– sistema de transporte terrestre

-seguro – noções gerais, coberturas básicas e coberturas adicionais

– seguros da carga

– seguros do transportador 

III – ESTRATÉGIA DE TRABALHO 

– AULAS EXPOSITIVA

– PROJEÇÃO DE SLIDES (DATA-SHOW / POWER POINT)

– EXEMPLOS PRÁTICOS E GERAIS 

IV – BIBLIOGRAFIA BÁSICA

KEEDI, Samir. ABC do comércio exterior – abrindo as primeiras páginas. São Paulo: Aduaneiras, 2017

Author: Samir Keedi

-Mestre (Stricto Sensu) e pós-graduado (Lato Sensu) em Administração pela UNIP-Universidade Paulista. -Bacharel em Economia pela PUC-Pontifícia Universidade Católica. -Profissional de comércio exterior desde março de 1972. -Especialista em transportes; logística; seguros; incoterms; carta de crédito e suas regras; documentos no comércio exterior; contratos internacionais de compra e venda. -Generalista em várias atividades em comércio exterior. -Consultor em diversos assuntos relativos ao comércio exterior. -Professor universitário de graduação e pós graduação desde 1996. -Professor e instrutor técnico desde 1996. -Palestrante em assuntos de comércio exterior e economia. -Colunista em jornais e revistas especializadas. -Autor de vários livros em comércio exterior. -Tradutor oficial para o Brasil do Incoterms 2000. -Representante do Brasil na CCI-RJ e Paris na revisão do Incoterms 2010.

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *