Investment grade – que péssima hora!

  Prezados amigos, bom dia, A Standard & Poor´s acaba de mexer novamente na avaliação do Brasil, rebaixando-nos uma vez mais. Achamos que nesse momento é hora de “RELEMBRARMOS” nosso artigo “Investment grade – que péssima hora!“, publicado pelo jornal DCI em 08/05/2008, quando criticamos veementemente a S&P por ter elevado a nota de avaliação do país sem qualquer motivo e lógica, fazendo-o,...

Read More

Brasil e fundo do poço

    Desde 1981 deixamos de crescer como se deve. A partir daí ficamos sempre pensando no ano seguinte e como será. Sempre com esperança de retomarmos o que tivemos entre 1901 e 1980. Quando sabíamos o que era crescer. Naquele período crescemos à média anual de 4,9%. De 1950 a 1980 crescemos 7,4% ao ano. Entre 1959 e 1980 tivemos 8,1%. E entre 1967 e 1974 crescemos à média anual de 11%, com pico de 14%. Éramos chineses antes...

Read More

Por que vale a pena ser apaixonado pelo que faz – 30

  É com imensa satisfação que reproduzo aqui, para registro permanente, e-mail recebido do meu amigo João Baptista Oliveira, após ler meus dois artigos publicados em 02/01/17, um na A Tribuna, de Santos, “Porto de Santos será hub?” e um na Aduaneiras “Seguro: explosão do roubo de carga rodoviária”. “””” Caro amigo Samir De Trieste – e ao lado de seu antigo porto – onde me encontro...

Read More

Seguros: explosão do roubo de carga rodoviária

  A cada dia que acordamos, e percebemos estarmos vivos, vemos que a situação brasileira se agrava. É impressionante o que estamos vivendo nesta terra tupiniquim. Que, sabemos, tem tudo para proporcionar a seu povo a melhor qualidade de vida que se pode oferecer. No entanto, não há nada que esteja funcionando a contento e no mínimo que se deve. Dentro disso podemos citar o que tem ocorrido no transporte rodoviário de carga. Temos...

Read More

Porto de Santos será Hub?

  Entra ano, sai ano, vem outro e a ladainha é sempre a mesma. A promessa do maior porto da América Latina se tornar um Hub Port é uma promessa recorrente. A promessa de ter 15 metros de profundidade, para receber grandes navios, dos maiores, nunca sai do papel. Até porque, nem é suficiente. Os grandes navios têm 15-16 metros de calado. O que significa que o porto precisa ter, pelo menos, 17 metros de profundidade. Cuidado para...

Read More

RFB, conhecimento de embarque e carga – finalmente

  Em dezembro de 2013, publicamos na revista Sem Fronteiras nosso artigo “RFB, conhecimento de embarque e carga”. Em que criticamos severamente a Receita Federal do Brasil (RFB) pela insólita decisão de eliminar a necessidade de apresentação do conhecimento de embarque original para a retirada da carga. Em que afrontava a regra internacional, e não sabemos se num ato impensado ou desconhecimento completo da representatividade do...

Read More